Loading

Prefeita de Paris pede à população que "boicote a Amazon"


Para salvar as livrarias de Paris, a prefeita da cidade, Anne Hidalgo, pediu à população que "boicote a Amazon". Os estabelecimentos, que não vendem produtos considerados de "primeira necessidade", foram fechados no novo lockdown na França, que teve início na última sexta-feira (30) e deve durar de quatro a seis semanas. Segundo o portal RFI, a decisão do governo gerou protestos da prefeitura. "Digo claramente aos parisienses. Não comprem na Amazon. É a morte das nossas livrarias e do nosso comércio local", disse Hidalgo na última segunda-feira (2) à imprensa. "Paris é uma cidade onde o livro é considerado um bem essencial", disse a prefeita. "Comprem em livrarias. Vocês podem encomendar e ir buscar o livro", aconselhou.